Feeds:
Posts
Comentários

Não tem jeito. Se tem um tipo de comida que eu não consigo ficar sem – e ficar sem, para mim, significa 15 dias sem comer – é a japonesa. Eu sempre saio dos restaurantes prometendo ficar pelo menos um mês sem voltar, mas sem chance, dá três dias e eu já estou morrendo de vontade novamente.

E um dos restaurantes japoneses que eu mais gosto em São Paulo se chama Airin Sushi Bar. Localizado no bairro de Perdizes, assim como o Jap’s, eu fiquei sabendo dele por acaso. Um dia, saindo da aula, eu e umas amigas resolvemos entrar para conhecer. E, tiro e queda! Tornou-se nosso local preferido para almoçar antes de ir para o estágio.

Sexta-feira à noite, depois da aula, eu e meu irmão resolvemos ir jantar lá, já que o Airin estava em reforma e fazia muito tempo que não íamos. Não notei nenhuma diferença na casa, no entanto, a comida, dessa vez, não estava das melhores.

Shimeji na manteiga

Um dos pratos mais deliciosos do Airin, sem dúvida, é o shimeji na manteiga. Eu nunca experimentei um igual! E olha que conheço bastante restaurantes por aqui. Ele sempre vem superquentinho, com shoyu e cebolinha na medida certa, além da porção ser bem grande. Eu me mato de comer! E não foi diferente nessa sexta-feira. Estava delicioso!

A decepção, na verdade, começou quando eu pedi sunomono como entrada e o garçom disse que eles não tinham. Não entendi muito bem se eles não tinham no momento ou se não estava mais presente no cardápio. Sei que senti falta.

Pedimos os sushis e sashimis. O salmão e o atum, como sempre, estavam fresquinhos e bastante saborosos. O peixe branco, contudo, estava mal cortado e com uma aparência feia. O garçom nos disse que era tilápia e, não sei se esse é o peixe que eles costumam usar, mas sempre foi meu favorito e dessa vez não consegui comer. Estava ruim.

O hot roll deles, contudo, é um dos que eu mais gosto, pois é sempre muito crocante e saboroso. Até repetimos a porção! De sobremesa, pedimos sorvete de creme com cobertura de frutas vermelhas, mas há a opção da cobertura de chocolate e as duas são muito gostosas.

O Airin me decepcionou dessa vez, mas ainda vou voltar lá para verificar se foi apenas um deslize do dia. O rodízio é bem em conta (menos de R$ 40 reais) e não contém diversas opções, mas é uma ótima opção para o fim do mês, quando a vontade de comer continua, mas o dinheiro já acabou.

 

Sorvete de creme com cobertura de frutas vermelhas

Airin Sushi Bar

Endereço: Rua Doutor Homem de Melo, 406 – Perdizes – São Paulo

Telefone: 3675-8016

Anúncios

Próximo à Cidade Universitária, da USP, bem pertinho da divisa de São Paulo com Osasco, há diversos restaurantes pouco conhecidos, mas bastante gostosos. Um deles, que vou com a minha família há muito tempo, chama-se Lantchês e tem, como propósito, servir lanches à moda gaúcha.

Ontem, na preguiça de fazer o jantar, resolvemos ir comer lá. E, apesar de ser conhecido há muito tempo na região, confesso que fiquei impressionada com o local praticamente vazio. O Lantchês era conhecido pelas suas filas enormes em qualquer noite da semana. Ontem, apenas minha família, um casal e um grupo de amigos estavam jantando.

O calorzinho que estava em São Paulo nos fez pedir uma cervejinha para acompanhar a porção de fritas, que foi servida antes dos lanches, como pedimos. As batatas estavam bem cortadas e sequinhas, como me lembrava, no entanto, o tamanho da porção havia diminuído consideravelmente. Se antes tínhamos que parar de comer pela metade para sobrar um espacinho para o lanche, dessa vez todos comeriam facilmente um pouco mais. Achei pequena pelo preço. A porção de fritas do Zé do Hamburger, por exemplo, tem pelo menos o dobro de tamanho pelo mesmo valor.

Pedimos, então, os lanches. Eu e minha mãe comemos o tradicional x-salada: pão, hambúrguer, queijo, presunto, alface e tomate. Não gosto de presunto, então, pedi para vir sem. Meu irmão, por sua vez, pediu o lantchês corabresa que, ao invés do hambúrguer, continha corações e fatias de calabresa e meu pai foi com o x-salada bacon.

Os lanches continuam do mesmo tamanho, mas também fiquei desiludida com a qualidade. Antes, era um prazer ir comer no Lantchês. O hambúrguer era suculento e o pão fresquinho, o que não aconteceu dessa vez. O pão estava seco e o hambúrguer, extremamente fino, se perdia em meio a fatias grossas de tomate.

De fato, o Lantchês ainda continua sendo uma boa opção de hamburgueria na região para aqueles dias em que você quer comer um lanche que não seja fast-food. Os ingredientes estão, na maioria das vezes, fresquinhos, e a variedade do cardápio é muito boa. Mas, confesso que me decepcionei dessa vez, já que me lembrava de realmente ficar com vontade de ir comer lá, o que, provavelmente, não vai acontecer tão cedo novamente.

Hamburgueria Lantchês

Endereço: Av. Dr. Cândido Mota Filho, 60 – Vila São Francisco – São Paulo

Telefone: 3714-1833 (faz entrega)

Site: www.lantches.com.br

Nossos pais são os responsáveis por nossa educação, alimentação, por nos dar carinho e… nos proporcionar o bom gosto! Por isso, fui ensinada a comer de tudo e a apreciar, sempre, um delicioso lanche. Desde pequenininha, meu pai me levava a uma lanchonete que, segundo ele, era a melhor da cidade de São Paulo. Seu nome? Chicohamburger. E, se ela é a melhor de São Paulo eu não sei, mas que coloca no chinelo qualquer fast-food, isso ela coloca!

Segundo o próprio site do lugar, o Chicohamburger surgiu em 1963 e foi a primeira lanchonete a conter hambúrguer no cardápio. E não é à toa que em qualquer hora do dia, especialmente de madrugada – quando os baladeiros de plantão querem matar a fome – ela está sempre cheia. Mesmo que, por dentro e por fora, seja gigantesca. Além disso, a decoração da casa é retrô – o que não impede que tudo seja muito tecnológico: os garçons, por exemplo, não precisam anotar os pedidos em papéis.

O cardápio do Chicohamburger é enorme e possui opção para todos os gostos, até mesmo para quem é vegetariano. Mas, sem dúvidas, a lanchonete é conhecida pela sua maionese, que é uma delícia. Todo mundo fala que é a melhor de todas e preciso concordar. Saborosíssima!

Lá em casa, o prato preferido é o cheesebacon. Todos que vão comem sempre o mesmo lanche. Como ele é bastante grande, a dica é pedir que os acompanhamentos, como as batatas-fritas e os onion rings, venham junto, assim você não fica sem comer nenhum dos dois. Para a sobremesa, os sorvetes são uma ótima pedida, especialmente o colegial, que serve, facilmente, duas pessoas!

Chicohamburger

Endereço: Av. Ibirapuera, 1753 – Moema – São Paulo

Telefone: 5051-3764 (faz delivery)

Site: www.chicohamburger.com.br

Estava indo para a faculdade um dia desses quando vi uma mulher passando com uma caixinha de donuts em formato de ônibus e me enchi de esperanças do Dunkin’ Donuts ter voltado para o Brasil, assim como o KFC. Na hora mandei uma mensagem pedindo para o meu namorado pesquisar e descobrimos que a antiga rede ainda não estava de volta, porém havia uma loja no mesmo estilo por aqui. Foi assim que conheci a Happy Donuts.

A loja não tem site e foi difícil encontrar as informações como endereço ou telefone, mas, depois de muito procurar, conseguimos. Fomos à loja do Shopping Ibirapuera e posso dizer que valeu cada momento de pesquisa! Os donuts são idênticos aos da Dunkin’ Donuts, uma delícia!

Meu único erro foi ter ido somente à noite para o shopping porque a maioria dos sabores já estava esgotado. Eu escolhi o Choco Cream – chocolate recheado com creme de baunilha – e o meu namorado pegou o clássico, Bavarian – coberto com açúcar e também recheado com creme de baunilha. Eu, com certeza, voltarei para experimentar os outros donuts.

Além disso, o preço é justo; um doce sai em média de 3,50 reais, mas tem opções de combo ou a versão mini, que são mais baratas. Se na sua infância você também adorava quando seus pais chegavam com uma caixa de Dunkin’ Donuts e sonha até em viajar para outros países que tenham a loja, não pode deixar de experimentar a Happy Donuts e matar toda essa vontade!

Bavarian e Choco Cream

Happy Donuts

Endereço: piso Jurupis do Shopping Ibirapuera

Telefone: (011) 3326-0517

No centro de São Paulo, em meio a camelôs, lojinhas de bijuterias e de eletrônicos, diversas fantasias e escritórios, esconde-se um lugar que, já mais de uma vez, ganhou a fama de ter o melhor cachorro-quente da cidade: o Pedrinho Hot Dog. Vi uma reportagem sobre esse lugar uma vez não lembro onde e, na época, falei para o meu irmão ir conhecer – já que ele trabalhava próximo à estação São Bento. A lanchonete se tornou um dos locais favoritos para ele almoçar durante a semana.

Semana passada, depois de fazer algumas comprinhas na região, resolvi dar uma passada no Pedrinho Hot Dog para ver se era mesmo tão bom quanto diziam e posso afirmar: é uma delícia. A lanchonete é um corredor supercomprido e, quem nunca ouviu falar de lá, provavelmente não pararia para comer. É bem escondido.

Chegamos por volta do meio-dia e quase todas as mesinhas já estavam ocupadas. Pedi um hot-dog especial, que continha salsicha, pão baguete, molho rosê, batata palha, alface, milho, purê, catupiry, maionese, vinagrete, catchup e mostarda. Mas você também pode optar por lanches com calabresa (meu irmão disse que são uma delícia!), pernil ou carne.

O hot-dog não demorou para chegar, mas, quando chegou, fiquei impressionada com o tamanho. Era enorme! E muitíssimo caprichado. Parecia aqueles cachorros-quentes de parque, mas com uma deliciosa diferença: a baguete, feita na casa, era o destaque especial do lanche. Muito saborosa e crocante!

Pedrinho Hot Dog

Fecha aos sábados e domingos.

Endereço: Rua São Bento, 487 – Centro – São Paulo

Telefone: 3107-2089

Site: www.pedrinhohotdog.com.br

Há algum tempo ouvi falar desse espetinho perto da PUC-SP e sempre que ia embora para casa passava em frente a ele, mas nunca parei por falta de oportunidade. Ontem umas amigas me chamaram para ir e, finalmente, pude conhecer o tão famoso Olivo Espetu’s Bar. Com duas unidades em Perdizes, o bar é garantia de bom atendimento e qualidade.

Logo que chegamos fomos atendidas por um garçom extremamente simpático que trouxe o cardápio e anotou as bebidas – como era final de um dia de trabalho, escolhi a cerveja para acompanhar a refeição. O primeiro sabor que chamou a minha atenção foi o espetinho de queijo coalho, embora seja um clássico, é sempre um bom começo para um churrasco.

Além disso, opções como o espetinho de costela de porco, picanha e salmão também pareceram interessantes. Chamamos o garçom e perguntamos sobre o de costela e fazendo piada ele respondeu: “difícil é passar o palito pelo osso, mas fica muito bom”, claro que era apenas uma brincadeira e o espeto vem apenas com a carne, mas fica excelente.

Quando uma das meninas pediu o de picanha, pensamos que seria a carne fatiada em cubos ou algo parecido, mas, para nossa surpresa, vem um retângulo de picanha inteiro quase do tamanho do palito de churrasco. Se você se preocupou em como comer isso, fique calmo, há pratos e talheres para te ajudar nesse momento.

Espetinhos de alcatra e linguiça apimentada

Eu pedi o espetinho de alcatra e adorei. A carne é muito macia e saborosa. Para acompanhar tem vinagrete e farofa à vontade, além do ketchup, maionese e pimenta. Aos finais de semana, o bar serve também espetos doces de frutas cobertas com chocolate, infelizmente não pude provar, mas quem experimentou garantiu que são muito bons.

Porém se você não é fã de espetinhos, pode optar pelos sanduíches e beirutes que parecem ser muito saborosos.

Olivo Espetu’s Bar

Endereço: Rua Doutor Homem de Melo, 952 – Perdizes
Telefone: 3875-2177

Endereço: Rua Tucuna, 381 – Perdizes
Telefone: 3873-7452
Site: www.olivoespetosbar.com.br

Há algum tempo, adquiri em um daqueles sites de compras coletivas, dois cupons para experimentar o rodízio do Kanji Sushi Lounge. Eu já havia ouvido falar desse restaurante, mas não lembrava exatamente o quê, e hoje resolvi ir até a unidade de Moema para conhecer! O lugar é bem espaçoso, embora eles não tenham liberado o segundo andar, e, provavelmente por causa da promoção, estava bem mais lotado do que normalmente.

Tivemos que ficar 40 minutos esperando e percebi que algumas pessoas resolveram ir embora, mas se soubessem o que as esperava, provavelmente teriam aguentado a fome por mais um tempinho! Mesmo com a casa lotada, os garçons foram atenciosos e os pedidos chegaram rapidamente. Para a entrada, como de costume, pedimos o shimeji, guioza e também camarão empanado. Tudo muito gostoso! Eu não sou muito fã de fritura quando vou a rodízios japoneses, mas o restante da minha família aprovou tanto os camarões que pediu repetição mais umas três vezes!

Shimeji

O Kanji Sushi Lounge se diferencia de outros rodízios por possuir uma gigantesca variedade de sushis e temakis diferentes. Meu irmão, por exemplo, pediu um temaki de peixe branco marinado, com raspas de limão siciliano e gengibre. Eu, que não sou boba, nem nada, dei uma mordida para experimentar e devo dizer que estava uma delícia! Mas, como o temaki é do tamanho padrão, cuidado ao comê-lo no rodízio, pois pode não sobrar espaço para as outras opções.

Sushi, sashimi, uramaki e joe

De início, são servidos os sashimis mais comuns, de salmão, atum e peixe branco, sushis de salmão e peixe branco, uramaki de salmão com cream cheese, entre outros. Para a segunda leva, contudo, optamos por algumas opções que o próprio restaurante classifica como gourmet: joe couve, sushi doce (de goiabada, saboroso e bem diferente!) e sashimi de polvo – que, de tão gostoso, teve que ser substituído rapidamente. O destaque, contudo, foi para o joe com shimeji flambado com licor de curaçau que, além de ser lindo, é uma delícia.

Joe flambado com shimeji

No rodízio do Kanji Sushi Lounge também estão inclusas as sobremesas, que saem do usual sorvete com banana flambada. Lá, você pode escolher, além dessa opção, creme de papaia com licor de cassis, suflê de abacaxi, harumaki de maçã com banana ou de doce de leite com coco, sorvete ou top sundae, que é sorvete com cobertura, farofa e marshmallow. Eu escolhi o top sundae de morango, que estava muito caprichado!

Top sundae de morango

Normalmente, o rodízio do Kanji Sushi Lounge é R$ 57,90, mas com os cupons, dois dos rodízios da mesa saíram por R$ 19,90. Mesmo sem esse desconto, acredito que o preço é super válido devido à grande variedade e às novidades que eu nunca havia visto em outro restaurante. Vale super a pena!

Kanji Sushi Lounge

Unidade Moema:

Endereço: Rua Canário, 683 – São Paulo

Telefone: 3062-0585

Unidade Jardins:

Endereço: Alameda Lorena, 1379

Telefone: 5055-1355

Site: http://www.kanjisushi.com.br